"Charcos Temporários: um habitat natural a proteger!"

PROJETO

> Equipa

Este projecto envolve uma forte parceria que alia a experiência de cerca de 30 técnicos (desde os responsáveis pela gestão e administração financeira aos técnicos que executarão as acções no terreno) na implementação de medidas de gestão concretas para conservação (LPN), o conhecimento científico (UÉvora, UAlg e CCMAR) e as partes interessadas ​​locais que lidam com a gestão do território (ABM e CMO), o que contribuirá decisivamente para o sucesso da implementação das acções de conservação.

Liga para a Protecção da Natureza

Beneficiário Coordenador

Rita Alcazar
Supervisora geral

Licenciada em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, com especialização em Zoologia e Biologia da Conservação, e com Mestrado em Ordenamento do Território e Planeamento Ambiental pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Trabalhou em Investigação Científica na área da Zoologia e Biologia da Conservação entre 1998 e 2002. Desde 2002 que trabalha na coordenação da LPN em Castro Verde, com especial enfoque na conservação de aves estepárias e o seu ecossistema, nomeadamente a articulação com as questões agrícolas, o que tem envolvido diversos projectos de investigação e conservação da natureza. Entre os projectos de conservação que coordenou destacam-se o projecto LIFE Peneireiro-das-torres (2002 a 2006) e o Projecto LIFE Estepárias (2009 a 2012), ambos premiados pela Comissão Europeia como "Best LIFE Projects". Em 2013 assumiu a supervisão geral do Projecto LIFE Charcos, dando assim uma continuação prática ao trabalho com que efectuou a sua Dissertação de Licenciatura em 1997.
Contacto: rita.alcazar[arroba]lpn.pt


Artur Lagartinho
Coordenador do projeto

Licenciado em engenharia dos recursos florestais pela Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Coimbra iniciou a sua atividade profissional liberal em 1996 com a prestação de serviços de consultadoria à agricultura e silvicultura e mais tarde criou a empresa “Hectare Verde – Engenharia e Gestão Florestal” dedicada à elaboração e execução de projetos de financiamento às atividades florestais. Desde 2009 que é colaborador da Liga para a Proteção da Natureza em vários projetos nas áreas do desenvolvimento sustentável de sistemas agrícolas extensivos ameaçados, do combate à desertificação e do incremento da biodiversidade em explorações agrícolas. No projeto LIFE Charcos desempenha funções de coordenação, gestão de  contatos e parceiras com gestores agrícolas, gestão e acompanhamento técnico de ações de recuperação de habitats, entre outros.
Contacto: artur.lagartinho[arroba]lpn.pt


Edgar Gomes
Biólogo

Licenciado em Biologia pela Universidade de Évora, onde apurou o gosto pela Conservação da Natureza e trabalhou em investigação. Desde 2011 que é colaborador da Liga para a Protecção da Natureza em projectos de conservação e monitorização da biodiversidade em áreas agrícolas. Terá como principais tarefas no LIFE Charcos o planeamento e execução de trabalho de campo e acções de monitorização, apoio na elaboração da cartografia associada ao projecto, apoio no estabelecimento de protocolos de colaboração com proprietários, agricultores e caçadores e acompanhamento e execução de acções de conservação do projecto, apoio na elaboração de actividades de sensibilização ambiental e de materiais de divulgação e realização de relatórios técnicos.
Contacto: edgar.gomes[arroba]lpn.pt


Cristina Madeira Baião
Bióloga e Técnica de educação ambiental

Licenciada em Biologia pela Universidade de Bangor, no Reino Unido e Mestre em Biologia de Conservação, pela Universidade de Évora, cuja dissertação foi sobre a “Perceção Ambiental sobre os Charcos Temporários na Costa Sudoeste de Portugal”. É responsável pelas componentes de comunicação, sensibilização e educação ambiental do projeto LIFE Charcos. Será responsável pela educação ambiental nas escolas da área de intervenção do projeto, atualizará o website, produzirá notícias para as newsletters, dará apoio à implementação da rede de custódia; dinamizará o charco didático e as rotas de visitação.
Contacto: cristina.baiao[arroba]lpn.pt


Maria Lopes
Técnica Administração e Contas

Licenciada em Direito Público e Privado pela Université du Hainaut Cambrésis (Valenciennes, France). Técnica da LPN, desde Abril de 1999, na área de secretariado, administração e de contabilidade.
Contacto: maria.lopes[arroba]lpn.pt


Universidade de Évora

Beneficiário Associado

Carla Pinto Cruz
Prof.ª Auxiliar; Especialista em flora; Coordenadora Científica do Projeto

Licenciada em Biologia Vegetal Aplicada na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e mestre em Gestão de Recursos Biológicos, pela Universidade de Évora. Doutorou-se em Biologia pelo Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa e a sua tese versou sobre a vegetação e dinâmica dos Charcos Temporários do Sudoeste Alentejano. Desde 1997, é docente do Departamento de Biologia da Universidade de Évora e membro do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas (ICAAM). Desempenha desde 2002 as funções de curadora do herbário da Universidade de Évora e é, actualmente, vice-presidente da Associação Ibero-Macarronésica de Herbários (AHIM).
Contacto: ccruz[arroba]uevora.pt


Ana Lumbreras Corujo
Bolseira de Pós-doutoramento, Especialista em flora

Licenciada em Biologia pela Facultad de Biología da Universidad Complutense de Madrid - UCM, com especialização em Botânica. Mestrado em Ciências Farmacêuticas: Biodiversidade e Saúde da Facultad de Farmacia - UCM. Doutoramento em Botânica pela Facultad de Farmacia - UCM. Começou a sua carreira científica na área de ecologia da vegetação aquática alpina no Instituto de Ciencias Avanzadas de Blanes -CEAB/CSIC, onde colaborou no estudo da biodiversidade e evolução das comunidades de macrófitas. No Departamento de Biología Vegetal II – UCM, realizou a sua tese de doutoramento sobre a relação entre a composição florística das comunidades de Ranunculus aquáticos e os factores ecológicos.
Contacto: acorujo[arroba]uevora.pt


Catarina Meireles
Especialista em Flora

Licenciada em Biologia e doutorada em Geobotânica. Trabalha em conservação desde 1998, em especial com flora e habitats raros ou classificados. Durante 15 anos esteve ligada ao atual ICNF, tendo sido responsável pela componente botânica de diversos projetos de inventariação, cartografia e gestão de espécies e ecossistemas mediterrânicos. Em 2007 liderou a equipa executante da secção de “habitats” do Relatório Nacional de Implementação da Rede Natura 2000. Nos últimos três anos esteve sediada na Cátedra Biodiversidade (CIBIO-Universidade de Évora), onde integrou dois projetos de investigação internacionais, sobre o impacto das alterações climáticas na biodiversidade Europeia.
Contacto: cmeireles[arroba]uevora.pt


António Mira
Prof. Auxiliar; Especialista em mamíferos

Professor de Biologia da Conservação, Ecologia de estruturas lineares e Mamalogia no Departamento de Biologia da Universidade de Évora e responsável pelo Laboratório de Biologia da Conservação do Departamento desde 2003. Membro do grupo de investigação em "Ecologia Aplicada das populações e das Comunidades " do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos. Nos últimos cinco anos, tem investigado dois temas principais: (1) Efeitos das infraestruturas lineares de transporte sobre a vida selvagem, incluindo descrição dos padrões de mortalidade e determinação das principais características da paisagem associadas com "hotspots" de mortalidade e quantificação do efeito barreira para espécies com diferentes tipos de locomoção. (2) Mudanças no uso do solo e efeitos da fragmentação de habitat sobre a conectividade funcional da paisagem, e implicações para a persistência de populações a longo prazo. Tem estudado diferentes espécies e comunidades com destaque para os mamíferos. A maior parte da investigação é dedicada ao estudo das micromamíferos, incluindo o rato de Cabrera.
Contacto: amira[arroba]uevora.pt


J. Tiago Marques
Bolseiro de Doutoramento; Especialista em fauna

Licenciado em Biologia Aplicada aos Recursos Animais pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa em 1999, e mestre em Applied Ecology and Conservation da University of East Anglia, no Reino Unido. Trabalhou em vários projectos de Investigação Científica na área da Biodiversidade e Biologia da Conservação, utilizando técnicas como a telemetria e detecção de ultra-sons. A maior parte dos projectos em que esteve envolvido foram sobre a ecologia e conservação de morcegos mas também integrou outros sobre aves, répteis e anfíbios.
Contacto: jtiagomarques[arroba]gmail.com


Nuno Pedroso
Biólogo, colaborador

Doutorado em Biologia (Ecologia), pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Mestre em Gestão e Políticas Ambientais, pela Faculdade de Ciências da Universidade Nova de Lisboa. Licenciado em Biologia Aplicada aos Recursos Animais Terrestres, pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Desenvolve actividades na área da ecologia e conservação, particularmente em mamalogia e sistemas aquáticos, e da influência dos sistemas antrópicos na ecologia e adaptação de fauna.

Colaborador em vários projectos na área da conservação, incluindo projectos LIFE.
Contacto: nmpedroso[arroba]gmail.com


Paulo Sá Sousa
Prof. Auxiliar; Especialista em anfíbios e répteis

Professor e director do mestrado em Biologia da Conservação; docente de Gestão e Recuperação de Fauna, Herpetologia e Biossistemática no Departamento de Biologia da Universidade de Évora, e sócio fundador da Sociedade Portuguesa de Herpetologia. Membro do grupo de investigação em "Ecologia Aplicada das populações e das Comunidades " do Instituto de Ciências Agrárias e ambientais Mediterrânicas. Nos últimos cinco anos, tem investigado três temas principais: (1) Efeito do pastoreio e das actividades agroflorestais na composição da comunidade de répteis. Estuda-se como as lagartixas fazem mudanças de micro-habitat em resposta á degradação da estrutura do coberto arbustivo; (2) Ecologia de anfíbios em Charcos Temporários Mediterrânicos. Pretende-se estipular um índice ecológico tendo como base a composição e abundância relativa da comunidade batracofaunística que utiliza os charcos; (3) Efeitos das rodovias na mortalidade de anfíbios. Relacionam-se as características biofísicas da paisagem e a estrutura das estradas com os eventos de atropelamento de anfíbios que as atravessam.
Contacto: psasousa[arroba]uevora.pt


Anabela Belo
Prof.ª Auxiliar; Especialista em banco de sementes

Doutorada em Biologia pela Universidade de Évora, onde também lecciona nas áreas da Botânica e da Conservação da Biodiversidade Vegetal. Ao participar neste Projecto LIFE retoma um tema de investigação que lhe é caro – o banco de sementes do solo, que foi também o tema do seu doutoramento. É ainda responsável pela constituição de um banco de germoplasma dos Charcos Temporários Mediterrânicos portugueses. Para além dos estudos relativos ao banco de sementes do solo, as suas actividades de I&D centram-se na conservação e valorização da vegetação natural, nomeadamente em agroecossistemas como o olival ou o montado, e no efeito que a gestão da vegetação pode ter a jusante, sobre a conservação do solo, da água e da biodiversidade animal.
Contacto: afb[arroba]uevora.pt


Ana Paula Neto Canha
Professora; Agente facilitador

Licenciada em Biologia pela Universidade de Aveiro e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora, com uma tese sobre conservação de charcos temporários no SW de Portugal. É professora de Biologia na Escola Secundária de Odemira. Coordena o Clube Bigeo, que realiza projetos em diversas áreas da ciência, com particular incidência na conservação da biodiversidade. Os trabalhos efetuados desde 2001 incluem investigação e intervenção prática e foram premiados a nível nacional e internacional. O rato-de-cabrera, a borboleta monarca, Plantago almogravensis, os charcos temporários ou as espécies invasoras foram alguns dos alvos desses projetos. É autora de manuais escolares e formadora de professores no âmbito do ensino experimental das ciências. Participou em diversos levantamentos de valores naturais da costa sudoeste, integrados em processos de ordenamento do território ou de estudos de incidências ambientais.
Contacto:


Universidade do Algarve

Beneficiário Associado
CCMAR - Centro de Ciências do Mar

Margarida Machado
Investigadora; Especialista em Crustáceos

Licenciou-se em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Iniciou a sua actividade científica no Laboratório Marítimo da Guia, integrada na equipa do Prof. Luís Saldanha e, desde então, como docente da Universidade de Aveiro e depois como investigadora do CCMAR (Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve), tem feito investigação nas áreas da biodiversidade, biologia e ecologia das comunidades de macroinvertebrados bentónicos de ecossistemas marinhos e estuarino-lagunares. Desde 1996, altura em que "foi apresentada" ao fascinante Triops vicentinus por um vigilante da natureza, tem-se dedicado igualmente ao estudo da diversidade, distribuição, biologia e ecologia dos crustáceos Grandes Branquiópodes habitantes de Charcos Temporários de água doce.
Contacto: mmalo[arroba]ualg.pt


Margarida Cristo
Prof.ª auxiliar; Especialista em Crustáceos

Professora auxiliar da Universidade do Algarve e investigadora do Centro de Ciências do Mar. Fez o doutoramento em 2001 em Ecologia de Comunidades. Durante todo o seu percurso académico e científico dedicou-se ao estudo dos crustáceos: primeiro aos crustáceos decápodes, em Moçambique, onde esteve como investigadora entre 1978 a 1984, depois como investigadora e docente da Universidade de Lisboa dedicou-se ao estudo do caranguejo-verde (Carcinus maenas), e desde 1992 na Universidade do Algarve manteve o seu interesse neste grupo de crustáceos, tendo realizado o seu doutoramento no estudo da dieta alimentar de lagostim Nephrops norvegicus. Desde 1996 passou a dedicar parte do seu tempo de investigação aos crustáceos de Charcos Temporários Mediterrânicos, os Grandes Branquiópodes. Esta é, no presente, a sua principal área de investigação, onde tem vários trabalhos publicados.
Contacto: mcristo[arroba]ualg.pt


CTA - Centro de Ciências e Tecnologias da Água

José Paulo Patrício Geraldes Monteiro
Prof. auxiliar; Especialista em hidrogeologia

Mestre em Geologia Económica e Aplicada pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (1993), com o apoio de uma bolsa de estudo da Junta Nacional de Investigação Científica. Coordenador do Centro de Tecnologias do Ambiente da UNESUL em Évora, entre 1993 e 1995. Em 1995 e 1996 integrou o Departamento de Desenvolvimento Tecnológico do CEVALOR (Centro Tecnológico Para o Aproveitamento e Valorização das Rochas Ornamentais e Industriais). Assistente da Universidade do Algarve, a partir de 1996. Obteve o grau de Docteur és Sciences (Hydrogéologie) pelo Centre d'Hydrogéologie de l'Université de Neuchâtel (Suíça) com uma bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian. Professor Auxiliar na Universidade do Algarve desde 2001. Investigador, desde 1996 no CVRM - Centro de Geossistemas do Instituto Superior Técnico e da Universidade do Algarve. Participa em diversos projectos técnicos e de investigação científica e tem orientado regularmente formação pós graduada (mestrados e doutoramentos). É autor de cerca de uma centena de publicações científicas nacionais e internacionais na área da hidrogeologia e gestão da água. Participou em numerosos projectos de hidrogeologia aplicada ao longo de toda a sua carreira (tendo sido coordenador de vários deles), simultaneamente com o desenvolvimento das suas actividades científicas e académicas. Está envolvido na componente hidrogeológica do projecto. As suas áreas de investigação são a modelação matemática de aquíferos, hidráulica de captações de água subterrânea, relações rio- aquífero, ecossistemas dependentes de águas subterrâneas e planeamento e gestão integrada de bacias hidrográficas. A participação no actual projecto é encarada como um novo desafio, dado que a escala a que se pretendem compreender as variáveis e parâmetros hidrológicos/ hidrogeológicos em estudo é muito restrita e toda a informação disponível aponta para que estes poderão ter uma influência preponderante no controlo da biodiversidade das "singularidades hidrológicas" a que correspondem os Charcos Temporários Mediterrânicos em estudo.
Contacto: jpmontei[arroba]ual.pt


Núria Salvador
Bolseira, responsável pela componente de hidrogeologia

Completou o curso de Engenharia do Ambiente na Universidade do Algarve (2007) e o mestrado de Gestão de Solos (Land Reclamation and Restoration) na Universidade de Cranfield, em Inglaterra (2008). As suas áreas de investigação incluem relações rio- aquífero, ecossistemas dependentes de águas subterrâneas e planeamento e gestão integrada de bacias hidrográficas. Como bolseira do actual Projecto LIFE Charcos pela Universidade do Algarve, encontra-se envolvida na componente hidrogeológica do projecto, pretendendo compreender a influência das águas subterrâneas no balanço hídrico dos Charcos Temporários Mediterrânicos em estudo, e a sua consequente influência no controlo da diversificação e manutenção das comunidades faunística e florística destes habitats de dimensões locais.
Contacto: nuria.salvador[arroba]sapo.pt


Luís Nunes
Prof. auxiliar; Especialista em modelação ambiental

Professor Auxiliar na Universidade do Algarve desde 2002, é Doutorado em Ciências de Engenharia (Modelação Matemática Ambiental) pelo Instituto Superior Técnico (2003), Mestre em Georrecursos (Geostatística) pelo Instituto Superior Técnico (1996) e Licenciado em Engenharia do Ambiente pela FCT-UNL, Portugal (1993). Tem sido coordenador da licenciatura em Engenharia do Ambiente da Universidade do Algarve, é membro da Comissão de Coordenação do Mestrado em Recursos e Ciências do Mar e da Zona Costeira (Angola). As suas áreas de investigação e ensino são a modelação e monitorização ambientais, metodologias para otimização da gestão de recursos hídricos, avaliação de risco ambiental e engenharia forense ambiental. É investigador no CEris - Civil Engineering Research and Innovation for Sustainability, do Instituto Superior Técnico. Participa frequentemente em projetos nacionais e internacionais nas mesmas áreas, nomeadamente com diversos países europeus, Chile, e China. Orienta vários estudantes de pós-graduação. É autor de perto de uma centena de publicações científicas nacionais e internacionais na área de avaliação da qualidade da água, modelação ambiental e avaliação de risco.

Contacto: lnunes[arroba]ualg.pt


CIMA - Centro de Investigação Marinha e Ambiental

Manuela Moreira da Silva
Prof.ª adjunta; Especialista em qualidade da água

Mestre em Ecologia Aplicada. Doutora em Ciências e Tecnologia do Ambiente. Membro do CIMA. Professora no Instituto Superior de Engenharia da Universidade do Algarve. A sua colaboração no LIFE Charcos tem como objectivos a caracterização físico- química da qualidade da água nos charcos estudados e a sua monitorização sazonal. Nesta componente pretende-se estudar como a qualidade da água pode condicionar as diversas formas de vida existentes nos CTM.
Contacto: msanti[arroba]ualg.pt


Câmara Municipal de Odemira

Beneficiário Associado

Maria Filomena da Silva Patrício
Técnica superior do Dep. de Ambiente; Ed. Ambiental

Licenciada em engenharia Zootécnica pela Universidade de Évora, é técnica superior da Divisão de Ambiente do Município de Odemira, exercendo actualmente funções no Sector de Resíduos e Promoção Ambiental. Desde o seu ingresso no Município de Odemira, em 1993, desempenhou funções em diversas áreas, entre as quais, implementação e coordenação das Actividades do Pólo de Educação Ambiental do Sítio Costa Sudoeste, coordenação da FACECO- Feira das Actividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira e Apoio aos Agricultores.
Entre 2002 e 2003 esteve requisitada, pelo Instituto de Conservação da Natureza, na Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha onde trabalhou nas Actividades da Quinta de Educação e Ambiente e na instalação do Centro de Acolhimento do Monte do Paio.
De 1987 a 1993 exerceu funções de docência, tendo leccionado as disciplinas de Matemática, Ciências da Natureza e Saúde.
Contacto: filomena.patricio[arroba]cm-odemira.pt


Idalia de Jesus Duarte Benedito
Técnica superior do Dep. de Ambiente; Ed. Ambiental

Técnica Profissional em Gestão de Ambiente e Recursos Naturais pela Fundação de Odemira – Escola Profissional de Odemira. É assistente técnica na Divisão de Ambiente do Municipio de Odemira, exercendo atualmente funções no setor de Leituras e Faturação e no setor de Promoção Ambiental.
Contacto: idalia.benedito[arroba]cm-odemira.pt


Associação de Beneficiários do Mira

Beneficiário Associado

Carla Lúcio
Engenheira agronóma; Técnica superior da ABM

Licenciada em Engenharia Agronómica pelo Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa. Pós-Graduação em Economia Agrária e Sociologia Rural pelo Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa. Mestrado em Gestão Empresarial pelo INDEG Business School/ ISCTE-IUL.
Trabalha em Investigação Científica na área da Economia Agrária e Sociologia Rural desde 2003. Foi docente universitária na Escola Superior Agrária de Viseu, Instituto Politécnico de Viseu de 2006 a 2008 e desde 2008 que trabalha como técnica superior na Associação de Beneficiários do Mira.
Contacto: c.lucio[arroba]abm.pt



O seu browser está desatualizado!

Atualize o seu browser para ver o site correctamente. Atualizar agora

×