"Charcos Temporários: um habitat natural a proteger!"

Restauros e recuperações dos Charcos Temporários da Costa Sudoeste

> A equipa do Projeto efetuou um conjunto de intervenções em 24 Charcos Temporários, de forma a eliminar algumas das ameaças que se verificavam e para garantir a sua conservação a médio e longo prazo.

 

Para tal, foi necessário sensibilizar os proprietários dos terrenos onde se encontram estes habitats prioritários, pelo que foram estabelecidos vários protocolos de cooperação. Eis alguns exemplos destas intervenções de restauro e recuperação:

 

Eliminação da vala de escoamento existente num Charco Temporário em Sagres

 

Melhoria da cintura externa num Charco Temporário em Vila do Bispo

 

Controlo da vegetação arbustiva e reposição da bacia de um dos Charcos Temporários de Vila Nova de Milfontes

 

Espera-se, portanto, que estas intervenções contribuam não só para a conservação dos Charcos Temporários da Costa Sudoeste de Portugal, como também demonstrem formas de gestão sustentável para este habitat que é de conservação prioritária devido à sua importância, fragilidade e raridade.




O seu browser está desatualizado!

Atualize o seu browser para ver o site correctamente. Atualizar agora

×